BALANÇO: Crime dolosos aumentaram quase 28% na região Metropolitana

Da redação


FOTO: Divulgação/ Governo do Estado

A Brigada Militar divulgou, nesta quinta-feira (4), os índices de criminalidade de Porto Alegre a Novo Hamburgo, nos 47 dias da operação Avante 2017. Os dados mostram redução em praticamente todos crimes, em relação ao mesmo período do ano anterior. Nenhum crime de latrocínio foi registrado de março a abril de 2017, enquanto ano passado foram cinco. Os casos de roubo a transporte público somaram 291 neste ano e 471 em 2016, uma redução de 38,22%.

De acordo com relatório da BM, houve uma redução nos homicídios dolosos, com 72 registros em 2017 e 100 em 2016, reduzindo 28%. Os roubos a estabelecimentos comerciais, financeiros e de ensino foram 223 neste ano, enquanto em 2016 somaram 298, uma redução 25,17%. Os casos de roubo a pedestre foram 3.515 em 2017 e 3.923 no ano passado, reduzindo 10,40%. O roubo de veículo manteve-se praticamente estável, com pequeno aumento de 0,37%. De 1.070 em 2016 passou para 1.074 em 2017.

Na Região Metropolitana não houve registro de crime de latrocínio. Os roubos a estabelecimentos comerciais, financeiros e de ensino tiveram uma queda de 19,27%, enquanto os roubos a transporte público caíram 23,83%. Já o crime doloso aumentou 27,78%, o roubo a pedestre, 17,70% e o roubo de veículos, 22,8%.

O Vale dos Sinos também não registrou nenhum latrocínio em 2017, enquanto no mesmo período do ano anterior foram três. Os roubos a estabelecimento comercial, financeiro e de ensino tiveram uma redução de 56,16%, o roubo a transporte público caiu 37,04%, o roubo a pedestre diminuiu 26,07% e o roubo de veículo, 15,36%. Os casos de homicídios dolosos aumentaram 25% em relação ao período anterior.

Nenhum comentário

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE