CANOAS: Mutirão de saúde espera atender 4,4 mil pessoas neste sábado

Da redação


FOTO: Vinícius Thormann/ SECOM Canoas

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) realiza neste sábado (13) um novo mutirão de atendimento na cidade de Canoas com o objetivo de reduzir a demanda reprimida de consultas, exames e cirurgias encontrado no mês de janeiro. No total, 4,4 mil atendimentos estão previstos.

Até o momento, cerca de 40% do volume de 153 mil procedimentos atrasados no município já foi realizado. O evento contará com a adesão do Hospital Universitário (HU) e do Hospital Nossa Senhora das Graças (HNSG), mais as 28 Unidades Básicas de Saúde (UBS's). Todas as consultas serão agendadas previamente com os pacientes.

No HU, serão feitos 432 exames e 410 consultas. O total de exames está dividido em três especialidades: Ultrassom Transvaginal, Raio-X e Mamografia. As consultas ocorrem nas seguintes especialidades: Ortopedia e Traumatologia, Vascular, Cirurgia Ginecológica, Pneumologia e Clínica Geral.

No HNSG, serão aproximadamente 400 atendimentos, divididos em exames de Raio-X, Ressonância de Crânio, Otorrino, Neurologia, Mamografia e Consultas com Nutricionista e Proctologista.

Nas 28 UBS's estão pré-agendadas 1,5 mil consultas com clínicos e pediatras. Além disso, estão previstos 380 atendimentos odontológicos. Conforme a secretária Rosa Groenwald, a partir da segunda etapa do Mutirão, será intensificado o trabalho de redução da demanda reprimida de cirurgias na cidade.

O mutirão de Saúde também conta com o apoio da iniciativa privada para agilizar a solução da demanda em Canoas. Profissionais das áreas de Dermatologia, Cardiologia, Urologia e Traumatologia já ingressaram. Além disso, também se cadastraram laboratórios, clínicas de radiologia, dentistas, enfermeiros e psicólogos.

Vacinação
No sábado, o município também estará mobilizado em três frentes de vacinação. Nas 28 UBS's acontecerá o Dia D de mobilização contra a gripe. Na escola Monteiro Lobato, adolescentes de 12 e 13 anos serão imunizados contra a Meningite C e no mesmo local, meninas entre 9 e 14 anos e meninos de 12 e 13 serão vacinados contra o HPV. Já no calçadão, serão realizados 700 testes rápidos de Hepatite C.

Grupos prioritários para a vacinação contra a gripe:
- Crianças de 6 meses e menores de 5 anos;
- Gestantes: todas as gestantes em qualquer idade gestacional;
- Puérperas: todas as mulheres no período até 45 dias após o parto;
- Trabalhador de Saúde;
- Indivíduos com 60 anos ou mais de idade;
- Professores das escolas municipais, estaduais e particulares, com comprovação de vínculo;
- Pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, com comprovação da patologia.

Nenhum comentário

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE