SAPUCAIA DO SUL: Polícia realiza operação para investigar fraude em loteamento para 141 casas

Da redação 
FOTO: Polícia Civil/Divulgação
 A Delegacia de Meio Ambiente cumpriu na manhã desta sexta-feira (12) 11 mandados de busca e apreensão na cidade de Sapucaia do Sul, na Região Metropolitana de Porto Alegre. A ção foi originada de uma investigação de apura a fraude ou facilitação no licenciamento ambiental de uma área de 79 mil m² para a construção de um loteamento para 141 casas.

“Está sendo investigada a questão do licenciamento ambiental de um condomínio que teria sido concedido sem que fossem fornecidos documentos que demonstrassem a viabilidade de estudo, e que apontasse a área de preservação permanente na área”, afirmou a delegada Marina Goltz, responsável pela ação.

São cumpridos mandados na empresa responsável pelo empreendimento, que não teve o nome divulgado, além de escritórios onde trabalham técnicos responsáveis pelos estudos e documentação usada para liberação da obra.

“A suspeita é de que estes documentos e laudos possam contar informações falsas ou enganosas”, disse a delegada. Foram recolhidos documentos, projetos, pareceres e laudos.

Até 10 pessoas são investigadas pela polícia, entre técnicos, responsáveis pelas empresas e funcionários públicos. Uma vez comprovada a fraude, a polícia deve direcionar a investigação para identificar se houve pagamento de propina para a liberação do empreendimento.

No local, uma área de 79 mil m² estão sendo construídos 141 lotes. Um banhado, área de proteção permanente, teria sido apresentada como um terreno alagado. “Houve omissão de uma área de banhado, que é de preservação permanente, e que não pode sofrer alteração”, diz a delegada.


A investigação foi iniciada em setembro de 2016, por solicitação do Ministério Público, após uma denúncia de que o licenciamento estaria em desacordo com a legislação.

Nenhum comentário

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE