GRAVATAÍ: Adolescente confessa envolvimento na morte de primos que cavaram a própria cova

Da redação
FOTO: Redes Sociais/Reprodução
Mais um suspeito de participação na morte de dois primos que foram obrigados a cavar a própria cova, mortos e carbonizados foi detido pela polícia no domingo (11), em Gravataí, na Região Metropolitana de Porto Alegre. Agora, um foi adolescente apreendido durante diligências do Departamento de Homicídios. 

Conforme o delegado Felipe Borba, responsável pela ação, o jovem confessou ter participado do crime. Ele teve a internação decretada ainda noite de ontem e foi encaminhado à Fundação de Atendimento Socioeducativo (Fase).

A idade do adolescente não foi informada pela polícia. A investigação chegou até ele por meio de uma prova testemunhal obtida anteriormente. A prova e a função do adolescente no crime não foram detalhadas.

Outra prisão no domingo
Durante a madrugada de domingo, a Brigada Militar prendeu um dos homens que já havia sido identificado e estava sendo procurado por envolvimento no crime. 

Heverton de Brito, 18 anos, foi preso durante uma abordagem policial, no loteamento Xará. Ele estava na mesma região onde os corpos de Vitor da Rosa, 22 anos, e Vagner da Rosa, 17 anos, foram encontrados carbonizados há aproximadamente 15 dias. Brito e outros quatro homens tentaram resistir e trocaram tiros com os policiais. Brito e um adolescente de 17 anos foram capturados. Os outros dois suspeitos conseguiram fugir levando as armas.


A Polícia segue as buscas a outro suspeito, identificado como Moisés Uilian da Silva Silveira, 28 anos. Ele está foragido desde 31 de agosto. 

Nenhum comentário

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE