MANDADOS EM CANOAS: Operação com 60 policiais visa combater guerra do tráfico

Da redação, com informações do MP-RS

FOTO: MP-RS/ Divulgação

O Ministério Público, através do Núcleo de Inteligência do MP (Nimp) e do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), e a Brigada Militar cumprem 14 mandados de prisão preventiva e 16 mandados de busca e apreensão em Santo Antônio da Patrulha na manhã desta quinta-feira, 14. A Operação Madre Teresa decorre de investigações no combate à guerra entre duas facções pela disputa do tráfico de drogas no bairro de mesmo nome.

Das 14 prisões, cinco pessoas já estavam no sistema prisional. Os mandados são cumpridos em Santo Antônio da Patrulha, Osório, Canoas e Glorinha. A BM atua, hoje, com 60 policiais e 18 viaturas.

Durante as investigações, que duraram dois meses tiveram o apoio da Polícia Civil, 13 pessoas foram presas em flagrante, durante oito abordagens realizadas pela Brigada Militar, por tráfico de drogas, tentativa de homicídio, porte ilegal de armas e receptação de veículo.

Todas as prisões em flagrante foram convertidas em preventivas. Quatro adolescentes foram detidos, sendo que dois internados na Fase, por tráfico e porte ilegal de armas.


HISTÓRICO

Entre os dias 29 de maio e 05 de junho deste ano, cinco assassinatos ocorreram em Santo Antônio da Patrulha em virtude da disputa do tráfico no bairro Madre Teresa por duas facções. O Ministério Público iniciou as investigações e, durante a instrução do Procedimento de Investigação Criminal, a ação da BM conseguiu impedir uma tentativa de homicídio, com a prisão dos agressores.

Durante o mês de maio, houve toque de recolher na cidade, com a circulação de áudios por Whatsapp em que os traficantes das facções diziam que iriam matar quem tentasse invadir seus respectivos territórios. Também houve ameaças de invasão aos apartamentos de um condomínio popular. Foi encaminhado reforço no policiamento ostensivo e as intimidações não se concretizaram.

Nenhum comentário

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE